Quem Somos

Linha do Tempo

O que conquistamos em todos esses anos? Fomos pioneiros em hospitalidade ecológica e consciente no Brasil. Empregamos, treinamos e orientamos uma geração de moradores locais para abraçarem as suas vidas e serem autônomos. Construímos um conjunto relevante de arquitetura e arte sustentável que influenciou a região e muito além. Desenvolvemos um modelo socioeconômico integrado focado na autossuficiência. Tudo isso em torno da missão de ajudar as pessoas a se curarem por meio da Beleza, Gentileza e Natureza. Um hóspede recorrente um dia resumiu: “Picinguaba e Catuçaba são centros de cura para hóspedes e universidade para funcionários”.

Abaixo estão os marcos mais importantes nesta emocionante jornada.

Emmanuel Rengade chega ao Brasil em pleno Carnaval de Salvador e viaja durante meses no Brasil de mochila, sem dinheiro. Ele está profundamente inspirado pela alma do país, pela beleza da natureza e pela gentileza das pessoas, e resolve se instalar aqui.

1997

2000

Ele deixa a carreira de executivo em São Paulo para comprar uma antiga pousada dentro do Parque da Serra do Mar, na vila de Picinguaba, 300 habitantes. Ao longo de 2 anos de reforma e redecoração, cria o conceito de um hotel elegante e simples ao mesmo tempo, dando origem à Pousada Picinguaba.

A Pousada Picinguaba é reconhecida como o primeiro boutique hotel no Brasil pelo Financial Times, inovando com um modelo de hospitalidade na época; durante os anos seguintes, o FT Weekend, a revista de referência do “luxo cool” na Inglaterra, publicou 4 matérias de capa sobre o empreendimento. Nos próximos anos, a pousada aparece nas principais revistas de decoração e lifestyle do Brasil e da Europa. Leia Na Mídia.

2003

2005

Com mais de 73% de ocupação anual, a pousada Picinguaba bate os recordes de ocupação para um empreendimento em um lugar remoto. Mais da metade nessa época é público estrangeiro. Picinguaba vira bandeira de turismo ecológico raíz e destino exclusivo “back to nature” e “slow living”.

Início de uma visão de sustentabilidade integrada que se desenvolve ao longo de mais de 15 anos: o primeiro foco é a eliminação progressiva de qualquer produto ou comida industrial, de plástico ou qualquer item descartável.

2006

2007

Fundação da APIS – Ação Picinguaba Sustentável, uma ONG independente para o resgate da cultura caiçara e a proteção da Picinguaba e dos seus habitantes de um “desenvolvimento” desordenado. A APIS batalha para que a Picinguaba permanecesse dentro do Parque Estadual, educando as pessoas através de várias iniciativas.

Procurando uma terra para plantar os produtos para o restaurante da Pousada, Emmanuel encontra e se apaixona por uma grande fazenda próxima a Picinguaba, na metade do caminho para São Paulo.

2008

2009

Junto com um grupo de investidores amigos, ele adquire a propriedade que nomeia novamente com o do nome do vilarejo: Fazenda Catuçaba.

No mesmo ano, inicia a reforma e a construção de 9 quartos, já com uma perspectiva de construção sustentável e de auto-sustento: otimização energética com bombas de calor e uso unicamente de material de reaproveitamento proveniente de outras antigas fazendas. O segundo empreendimento inicia suas atividades.

A Fazenda Catuçaba desenvolve a produção orgânica de hortaliças, queijos, cachaça e carnes para abastecer ambos empreendimentos.

2010

2012

Início da residência de artista com o projeto Portal do Sul do artista Pasha Radetzki de Nova York, que ganhou prêmios internacionais.

Criação do Instituto Catuçaba de Arte, Educação e Vida Sustentável. Criação e implementação da Catedral de Bambu pelos designers Irmãos Campana.

2013

2014

Construção da Oca pelos índios Mehinakos em residência de arquitetura, a primeira oca fora da Amazônia.

Término da Casa Modernista Caipira, em parceria com o arquiteto Marcio Kogan, que reuniu o melhor do design brasileiro com o melhor da ecologia e demonstrou que a vida em lugar “caipira” pode ser muito elegante e confortável. O projeto ganha a certificação LEED máxima (Platinum), pela primeira vez na América do Sul.

No mesmo ano, um novo projeto de arquitetura na paisagem é desenvolvido em parceria com MAPA ARQ. São construídas duas Minimods na propriedade.

2016

2017

A Galeria de Arte Catuçaba é concebida em colaboração com o arquiteto especializado em construção de bambu Sven Mouton.

Emmanuel e Bianca participam de vários grupos e projetos internacionais que atuam sobre o recado ecológico e espiritual dos povos indígenas, e a necessidade de uma nova consciência da Terra. Participam de encontros na ONU em Nova York, bem como em Barcelona.

2018

2019

Lançamento do movimento WE ARE NATURE – WAN – ONE (UM), uma rede global para conectar com as pessoas que acreditam que uma das soluções para a evolução do ser humano está no restabelecimento da nossa conexão essencial com a Natureza.

O livro “Catuçaba, Alquimia da Terra” é publicado em Paris, apresentando o propósito de Catuçaba.

Emmanuel trabalha sobre um modelo econômico inspirado nos monastérios, onde a comunidade está ao serviço do crescimento individual e baseado na natureza para providenciar o essencial do que se necessita (autonomia alimentar e energética). A “hospitalidade” (hospedar visitantes com uma perspectiva de cura) está na base da economia, mas também a produção da fazenda (mel, cachaça, queijos, cosméticos etc).

2020

2021

Início do projeto de desenvolvimento de um santuário das abelhas (Bee Nature), liderado pela família francesa Laure e Philippe Lemarchand que experiencia a vida na fazenda durante 1 ano. A primeira fase conta com a instalação de 150 casas de abelhas nativas e africanas na propriedade, com objetivo de polinização e produção de mel e própolis.

Celebrando mais de 2 décadas de práticas sustentáveis integradas e uma visão para autossuficiência, influenciando a comunidade local, alcançando mais de 100.000 visitantes que mergulharam na experiência e sendo uma inspiração para muitas ações semelhantes na região ou no estrangeiro.

Além disso, contribuímos para a preservação e o desenvolvimento positivo desses lugares: ambas as comunidades de Catuçaba e Picinguaba foram posicionadas nacional e internacionalmente como pólos de turismo ético, arquitetura inspiradora e práticas ecológicas holísticas.

Quer conhecer mais sobre a visão? Acesse o nosso blog.

2022

Fazenda Catuçaba | Pousada Picinguaba - SP Brasil 2022

Política de Privacidade | Sobre esse site